TERROIR – O Alentejo, as suas castas e o Homem que pensou os vinhos | Estreia do Documentário sobre a vida e obra do Eng. Francisco Colaço do Rosário

Mai 20, 2022

O Eng. Francisco António Colaço do Rosário não necessita de apresentações para os enófilos menos jovens do Alentejo. Sócio fundador (1991) da Confraria dos Enófilos do Alentejo, Escanção-Mor de 1991 a 2006 e Confrade de Honra (2000), conquistou desde o seu ingresso em 1962 na Escola de Regentes Agrícolas de Évora, a admiração, o respeito e a amizade de todos aqueles que, por razões profissionais, académicas ou pessoais, tiveram o privilégio e o prazer de se relacionarem com ele.
Foi na Universidade de Évora, no Departamento de Fitotecnia, que desenvolveu toda a sua investigação que deu início à renovação da vitivinicultura alentejana. O Eng. Francisco Colaço do Rosário dá nome ao Laboratório de Enologia do MED.
“TERROIR – O Alentejo, as suas castas e o Homem que pensou os vinhos”  é um documento histórico, para “memória futura”, baseado em testemunhos de pessoas que conheceram o Eng. Colaço do Rosário e que, em fases distintas, percorreram com ele uma etapa muito importante da história contemporânea da vitivinicultura alentejana: o reconhecimento do Alentejo como região produtora de vinhos de qualidade. É também uma forma de perpetuar a imagem e o trabalho de um enólogo à procura da identidade do vinho alentejano. Este documentário foi produzido e realizado por António Menezes e Rietske van Raay, entre 2019 e 2022, e foi apoiado por diversas entidades ligadas ao sectores vitivinícola, cultural e turístico nacionais, e pela Universidade de Évora.
Na base deste documentário estão três grandes entrevistas ao Eng. Colaço do Rosário, realizadas em vídeo no ano de 2004. Fala da história dos vinhos do Alentejo, da criação das adegas cooperativas, do célebre PROVA, o Projecto de Vitivinicultura do Alentejo, que ele coordenou entre 1977 e 1979 e da sua participação na génese dos projetos vitivinícolas do Esporão, da Adega da Cartuxa/Fundação Eugénio de Almeida e da Comenda Grande, entre outros.
 
Sessões de estreia (Horários Atualizados):
Sessão oficial: 6a feira, 27 de Maio, às 16h no Fórum da Fundação Eugénio de Almeida
A sessão é antecedida por uma palesta sobre a Sustentabilidade na Vitivinicultura, por Francisco Mateus (CVRA) – Inicio às 15.30h.
 
Sessão extra: Sábado, 28 de Maio, 16h no Auditório Grande do Colégio Espirito Santo da Universidade de Évora. Entrada livre, não é preciso inscrição prévia.