MED às 4as – Mesa Redonda “Negative and positive impacts of animal production: challenges and opportunities”

Mai 20, 2022

No próximo MED às 4as, a 1 de junho, o MED volta a juntar investigadores numa Mesa Redonda para debater questões relacionadas com a produção alimentar. Desta vez serão debatidos os impactos negativos e positivos da produção animal e os seus desafios e oportunidades.

A produção animal tem vindo a ser posta em causa sobretudo devido aos efeitos negativos que pode ter no ambiente e no bem-estar animal. Estes impactos são tanto ou mais significativos quando se torna necessário alimentar uma crescente população humana. Todavia, e não negando a existência de tais impactos negativos, há que salientar as formas de mitigação dos mesmos e também realçar os seus efeitos positivos, pois são também relevantes. É também importante diferenciar, para além de outras, as situações diversas relativas ao tipo de produção (grau de intensificação) e aos locais do mundo onde se produzem e consomem animais (e seus produtos). Nesta mesa redonda pretende-se discutir de forma aberta e baseada em ciência algumas das questões relevantes como os impactos da produção animal nas alterações climáticas, o equilíbrio dos ecossistemas e as formas de compatibilizar a produção animal com os interesses dos seres humanos e do planeta.

Os principais intervenientes nesta mesa redonda são:

  • Manuel Cancela D’Abreu (Professor Jubilado, Departamento de Zootecnia da Universidade de Évora e Investigador do MED);
  • Isabel Ferraz de Oliveira (Professora no Departamento de Zootecnia da Universidade de Évora e Investigadora do MED);
  • Rui Charneca (Professor no Departamento de Medicina Veterinária da Universidade de Évora, Investigador do MED e Coordenador da Linha Temática do MED “Produção e Saúde Animal”);
  • Cristina Conceição (Professora no Departamento de Zootecnia da Universidade de Évora, Investigadora do MED e Coordenadora-adjunta do Grupo de Investigação do MED “Ciência e Tecnologia dos Alimentos”).

A sessão decorre presencialmente na Sala de Conferências do Pólo da Mitra – Universidade de Évora, entre as 14h e 15h, mas é também possível de assistir online, por Zoom (Link aqui).